Monday, November 19, 2007

Um trem pro Espaço

Um trem pro espaço

Pra me ver livre de tanta loucura

Dá um tempo dessa correria

Uma pausa nesse descompasso



Um trem pro espaço

Insuportável o meu dia-a-dia

Quero você pra minha companhia

A tua nave vai ser meu abraço



Às vezes acho que eu vou pira

Me vê aí uma água com açúcar

É vida louca de vinagre e sal

Eu não agüento mais tod’essa pressão.

(é o mundo que nos joga água fria)



Um trem pro espaço

Faltei às aulas de filosofia

Me dá um tempo pra sair de férias

Beijar tua boca até raiar o dia.

1 comment:

Lajuana said...

Well written article.